Quais os benefícios do seguro viagem?

Está planejando sua próxima viagem e não sabe quais os próximos passos que devem ser tomados? Atente-se à necessidade e importância de adquirir um seguro viagem e conheça os seus benefícios.

O que é um seguro viagem?

O seguro viagem é um serviço disponibilizado para todos os viajantes que desejam uma forma de garantia, segurança e assistência que são prestadas desde o seu embarque, prosseguindo por todos os dias no destino escolhido, até seu desembarque.

Na contratação de viagens, ao usufruir da praticidade dos pontos multiplus e fechar negócio para conseguir passagens áreas, por exemplo, o ideal é buscar pelo seguro viagem.

Principais benefícios do seguro viagem

O seguro viagem é importante, pois apresenta uma série de vantagens para o seu contratante. Por meio desse serviço, é possível que um viajante sinta-se completamente confortável e priorize o seu bem-estar tanto no momento do deslocamento, quanto em sua vivência no destino escolhido.

Confira, abaixo, quais os principais benefícios desse serviço.

  • Preços acessíveis: Há uma série de tipos de apólices de seguro viagem que podem enquadrar-se dentro dos padrões financeiros de qualquer passageiro.
    É possível encontrar ofertas de empresas que cobram a partir de R$6 por dia de viagem para destinos nacionais e R$9 por dia de viagem para destinos internacionais.
  • Extravio de bagagem: Com a grande circulação de passageiros, principalmente em aeroportos, com realização de check-ins diferente dos locais de embarque, é muito comum que ocorra o extravio de bagagem.
    Por meio do seguro viagem, é possível que os prejuízos com esse problema sejam pagos ao viajante, assim como auxiliá-lo a consegui-la o mais rápido possível.
  • Auxílio médico e odontológico: Permite que em casos de emergência e problemas de saúde sofridos pelo passageiro durante toda a sua viagem possam ser atendidos em locais conveniados.
    Caso não haja o atendimento hospitalar específico nesses estabelecimentos, é possível solicitar o encaminhamento necessário e há a possibilidade doo seguro viagem realizar o reembolso dos atendimentos prestados.
  • Medicamentos: Principalmente interligada com o auxílio médico, caso haja a prescrição de algum medicamento dentro do período da viagem, o seguro também realiza a cobertura dessas despesas com os remédios receitados que forem adquiridos.
  • Assessoria jurídica: Casos jurídicos podem ser atendidos pelo seguro viagem, reembolsando os advogados envolvidos no processo. De acordo com a apólice do seguro específico, a prestação de serviços pode ser no acionamento ou ressarcimento dos serviços.
    Esse tipo de benefício pode ser muito importante principalmente para os passageiros que realizam a locação de automóveis em seus destinos, envolvendo-se em algum acidente.
  • Auxílio para gestantes: Atendimento hospitalar de maneira rápida e efetiva para complicações de mulheres gestantes durante a sua viagem e socorro prestado para desconfortos que estão relacionados com a gravidez.
  • Auxílio para idosos: Observando a necessidade desse público, o seguro viagem também cobre assistência médica específica para os idosos, com cláusulas específicas em suas apólices para que essa faixa etária possa obter um atendimento preferencial.
  • Traslado de corpo: Caso haja a ocorrência de óbito do passageiro contratante do seguro viagem durante sua estadia e deslocamento, haverá o reembolso de todas as despesas para o deslocamento do corpo até a sua cidade de origem.

Escolha a melhor opção de seguro viagem para atender às suas necessidades e desejos, observando que todos os itens que julgar essenciais estejam presentes em sua apólice. Assegure-se da melhor contratação para seu perfil e destino.

Como criar um site lucrativo na internet

Hoje em dia, procurar por formas de ganhar dinheiro online virou objetivo de muitas pessoas.  Com as dificuldades de encontrar empregos presenciais, ainda mais nos tempos que estamos vivendo, surge a necessidade de vias alternativas de fonte de renda.

Parece bem atrativo ganhar dinheiro com um site de internet, muitas vezes sem vender nada. Mas o que a maioria das pessoas não sabe é como! Por isso viemos aqui: para mostrar como criar um site lucrativo na internet, com investimento inicial muito baixo ou quase zero!

Como montar um site profissional?

Muita gente tem boas ideias, mas não sabe como organizá-las online de forma a dar vida a um site interessante.

Se você precisa de um pouquinho de ajuda para impulsionar suas ideias e fazer com que elas saiam do papel, dá uma olhadinha nesse post que fizemos aqui. Após a leitura, você vai ter tudo nas mãos para montar o seu site e colocar o sonho de ganhar dinheiro online em movimento. 

O mais interessante desse tipo de negócio é que ele pode inclusive ser livre de investimento, ou seja, muitas vezes, começar um site tem custo zero! Mas, dependendo do caso, os custos de um site básico podem ser variáveis. 

É fundamental fazer uma pesquisa antes de escolher a plataforma ideal para o seu site e para entender o custo fixo do seu negócio antes de começar. 

Como tornar meu site lucrativo?

Você deve ter percebido que montar o seu site é a parte mais simples. Fazer com que ele gere dinheiro para você é a parte mais complicada!

Mas não se desespere. Trouxemos quatro passos bem simples para você seguir e transformar o seu site em algo lucrativo em pouco tempo:

  1. Escolha um público alvo

A primeira tarefa de quem quer montar um site lucrativo é escolher um público alvo. Esse é o momento de ser bem específico. Um bom exemplo são os sites de apostas,que tem como alvo um público bem definido que já utiliza desses serviços, gerando um fluxo constante de visitas.

2. Dedique-se ao conteúdo do seu site

Um site necessita de atenção e cuidado constantes. O conteúdo deve ser relevante para o seu público alvo e deve motivá-lo a sempre freqüentar o site. A melhor forma de produzir algo original e com possibilidade de sucesso é basear seu conteúdo em suas próprias experiências.

3. Promova seu conteúdo online

Diversas ferramentas para impulsionamento de sites estão disponíveis, mas você pode fazer isso por conta própria também! Existem diversas técnicas para te ajudar com isso, dentre elas:

  • Poste o conteúdo que você produz em outros sites e redes sociais
  • Otimize o seu site para as ferramentas de busca, de forma que ele sempre apareça no topo das pesquisas
  • Procure grupos que tenham interesses próximos ao conteúdo que você publica, e se promova entre eles

Considere a possibilidade de utilizar impulsionamento pago, pelo menos para gerar um tráfego inicial para o seu site

4. Transforme as visitas ao seu site em dinheiro

Uma vez que você construiu um fluxo de visitas consistente para o seu site, é hora de transformar essas visitas em dinheiro. É o que chamamos de monetização do site. 

Existem alguns caminhos para tal, dentre eles:

  • Começar a venda de produtos ou serviços através do site
  • Vender espaço para propaganda
  • Utilizar links de parceiros para ganhos passivos

Enfim, as possibilidades são bem grandes! O site não precisa ser tão complexo, como mostramos. Você precisa apenas de empenho e das estratégias corretas.

Quanto custa um site básico?

Planejando iniciar um site? É verdade que um site pode ser gratuito para começar, mas se você espera algum retorno por seus esforços – seja receita de publicidade, vendas de afiliados ou clientes de varejo – a verdade é que você obtém o que paga.

Quanto custa um site e quanto você pode esperar pagar por cada um?

No mínimo, você precisa investir em seu próprio nome de domínio e hospedagem. Dependendo do tipo de nome de domínio escolhido, os custos podem variar de apenas US $ 10 por ano, para centenas ou até milhões !

As opções de hospedagem de sites também variam em preço. Para um novo site, a hospedagem compartilhada é provavelmente suficiente. Mas à medida que o tráfego começa a crescer, também aumentam as suas necessidades e orçamento de hospedagem. Enquanto a hospedagem compartilhada pode chegar a US $ 50 por ano, a mudança para um VPS (servidor virtual privado) ou um servidor dedicado pode facilmente aumentar o preço anual para mais de US $ 1.000.

Depois de escolher seu domínio e hospedagem, é hora de considerar seu design web. Embora existam inúmeras opções para temas gratuitos, considere um design premium ou personalizado se quiser que seu site se destaque da multidão.

Web design personalizado pode custar de algumas centenas a dezenas de milhares de dólares. Encontrar um bom web designer pode ser um desafio, mas o uso de um site de revisão como Which Web Design Company permitirá que você encontre um designer que trabalhe para atender às suas necessidades dentro do seu orçamento.

Depois que seu design estiver definido, você deverá preencher o site com conteúdo e, possivelmente, iniciar um blog . Você pode escrever tudo sozinho, mas pode ser mais econômico contratar um escritor profissional que saiba como envolver seus visitantes para alcançar seus objetivos. Dependendo do seu padrão de qualidade, você pode gastar até US $ 1 por página para falantes não nativos, até US $ 100 por página ou mais para escritores especializados.

Por causa de todas as opções disponíveis, é difícil estimar um preço para iniciar um novo site. O preço depende das suas necessidades, expectativas e orçamento. A melhor maneira de começar pode ser decidir um limite de orçamento geral e priorizar quais despesas são as mais importantes para você.

Qualquer que seja a sua decisão, o resultado final é que você obtém o que paga.

Nota dos Editores – Agradecimentos a Qual Empresa de Web Design . A WWDC mantém um banco de dados de mais de 7000 agências de web design em todo o mundo e forneceu as estatísticas de custo inicial médio para desenvolvimento web usadas no gráfico abaixo:

A importância do seguro viagem: 3 informações essenciais

https://financer.com/ru/wp-content/uploads/sites/25/2019/01/d182d183d180d0b8d181d182d0b8d187d0b5d181d0bad0b0d18f-d181d182d180d0b0d185d0bed0b2d0bad0b0.jpg

Após um ano de muito trabalho e dedicação, é de extrema importância se divertir em uma viagem nas férias com amigos ou familiares, não é?

Mas ir para uma viagem requer a escolha de um local (um destino), reservar um hotel, fazer as malas e não podemos esquecer de comprar as passagens… E então, tudo pronto?

Não, faltou um item muito importante: o seguro viagem, do qual maioria das pessoas esquece na hora de planejar o seu momento de lazer.

E você, já ouviu falar sobre o assunto? Continue lendo até o final e entenda a importância de contratar um seguro viagem.

1 – O que é seguro viagem

O seguro viagem é recomendado para todas as viagens e até mesmo indispensável para alguns destinos. 

Ele é excelente para oferecer atendimento e ajudar você a resolver ou sanar diversos problemas durante suas férias, como, por exemplo:

  • Despesas médicas; 
  • Problemas com equipamentos (como câmeras fotográficas, entre outros);
  • Voo cancelado;
  • Roubo ou furto de notebook, celular e outros aparelhos; 
  • Morte familiar;
  • Extravio de malas. 

O seguro viagem é uma boa forma para economizar bastante, evitar grandes contratempos e ainda é fundamental, pois nunca sabemos o que pode acontecer.

2 – Ele é obrigatório?

De acordo com o que falamos acima, o seguro viagem é indispensável para alguns lugares. Mas você já sabe quais são esses locais? 

O continente europeu criou o Tratado de Schengen (acordo) para a entrada de estrangeiros e para que os cidadãos europeus tivessem facilidade à livre circulação entre os países que estão a favor do acordo.

O Reino Unido não segue o acordo, mas já na Irlanda é obrigatório o seguro viagem e também em países como: França, Itália, Bélgica, Portugal e Luxemburgo, que aderiram ao tratado e exercem a exigência da cobertura.

Tanto na América Latina quanto na América do Sul, grande parte dos países exigem seguro viagem para a entrada de estrangeiros.

Nos Estados Unidos não é obrigatório, no entanto, é recomendável. Por que é necessário fazer o contrato de seguro viagem para o EUA? Porque caso você tenha um problema por lá, pode acabar gastando bem mais do que o seguro contratado. 

3 – Tipos de coberturas para escolher

Segundo o Assistente de Viagem (
https://assistentedeviagem.com.br/seguro-viagem/), saber como escolher um seguro viagem é extremamente importante, já que temos necessidades e gostos diferentes e que influenciam nas coberturas necessárias para o destino escolhido. Confira!

Cobertura de despesas médicas

Nunca sabemos o que vai acontecer, por isso essa cobertura é muito importante em caso de doenças, acidentes e outros imprevistos na sua viagem. 

Aconselhamos que você escolha o mais completo disponível e nunca o seguro mais barato. Lembre-se de que prevenir é melhor do que remediar e ter que arcar com um valor absurdo extra depois porque atingiu o limite do seguro pode estragar a sua viagem.

Coberturas adicionais

Deve se levar em consideração as coberturas que fazem sentido para o seu tipo de viagem, evitando pagar por itens desnecessários. 

Procure entender e analisar os detalhes de cada cobertura, vendo se realmente vale apena para a sua viagem. Algumas coberturas, que podem ser levadas em consideração porque de fato são de necessidades básicas, são: 

  • Despesa Médica
  • Odontológicas
  • Traslados Médicos
  • Custos farmacêuticos
  • Cancelamento das viagens
  • Seguro das bagagens (em roubos, danos, atrasos nas entregas, extravios)
  • Atrasos em voos
  • Morte e invalidez

Em uma viagem, pode se economizar muito, mas segurança é tudo e por isso é fundamental contratar o seguro viagem e se resguardar de diversos problemas e situações.

E aí, já entendeu a importância do seguro viagem? Caso ainda tenha dúvidas, deixe um comentário.

Dicas fundamentais para quem deseja ter um site profissional

Se você deseja ter um site a partir de agora, parabéns pela decisão acertada. Ao apostar nesta ferramenta, você garante a sua empresa ou negócio uma série de vantagens que não são possíveis com um modelo de negócio exclusivamente físico/tradicional.

Quem nunca ouviu ou se deparou com a promessa de ganhar dinheiro pela internet? Parece um sonho, mas hoje, graças ao marketing digital, isto é sim possível. No entanto, não se trata de milagre nem sequer algo fácil, é preciso trabalhar duro e, principalmente, entender como de fato ganhar dinheiro online.

Talvez você pense que é muito mais fácil criar e manter um perfil ou fan page numa rede social, do que criar um blog ou um site. Realmente trata-se de algo simples e que não demanda grande investimento. No entanto, uma das maiores vantagens obtidas com o site é a possibilidade de conquistar e manter uma audiência própria, sem ter que a dividir com outras empresas e usuários.

Desta forma, se possível, uma alternativa interessante é manter os perfis nas redes sociais, juntamente as estratégias de site e blog, formando assim o conjunto perfeito para tirar o máximo proveito das estratégias digitais.

Mas, se você chegou aqui, provavelmente já lhe passou pela cabeça que é vantajoso ter um site e quer saber como fazer isso, certo? Então, confira as nossas dicas e esteja pronto para criar um site completamente do zero.

Registre um domínio

O domínio nada mais é do que a URL do seu site. É sempre bom verificar se o domínio escolhido ainda não foi registrado por outra pessoa ou se não se parece demais com alguma empresa ou site já conhecido, o que pode causar uma má impressão ao seu site.

Hospedar o site

A hospedagem é o que irá garantir que todos os seus textos, fotos vídeos e quaisquer conteúdo do seu site fique disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, prontos para serem acessados. Durante o processo de criação web sites escolha a hospedagem que melhor se adequa às suas necessidades, já que há diversas opções disponíveis como compartilhada, dedicada e em nuvem.

Escolher um construtor de sites.

Há diversas plataformas gratuitas e pagas para este fim. Mas, se o seu intuito é criar um site profissional, é interessante consultar uma agência especializada para isso, afim de garantir um site leve, bem estruturado, minimizar os erros de abertura e layout.

Defina um objetivo

Nesta fase, com o site criado, é necessário definir qual a finalidade do projeto, já que os passos futuros irão variar entre um site informativo, e-commerce, geração de leads, entre outros. Isso ajudara na estruturação do conteúdo de forma que o usuário consiga navegar de forma fluida, natural e fácil pelo seu site, compreendendo o objetivo final e seguindo a jornada de compra.

Crie conteúdo

Feito isso, você está pronto para alimentar o seu site com conteúdo relevante e de qualidade, gerando e alimentando o interesse do seu leitor. É importante fazer toda a construção de site e conteúdo já em SEO (Otimização para Mecanismos de Busca). Isso irá melhorar o seu posicionamento dos mecanismos de busca e, com isso, aumentar as chances de ser encontrado quando um cliente te procurar.

Quando se investe desde o princípio em um site de qualidade, focando na experiência do usuário, fica mais fácil guiá-lo pela jornada de compra e, assim, concretizar mais negócios e vender mais.